segunda-feira, 14 de maio de 2007

Religião

O Papa disse levar saudades do Brasil. Será que deixa? Tirando o mercado e a fé que envolviam segmentos importantes do Brasil nessa visita, acho que essa passagem morre logo na memória das pessoas. Não vai render músicas, nem mesmo um plus na vida do catolicismo nacional. Um Papa fora do tempo em que se sobrevive. Um Papa que busca a fé sobre as coisas, quando as coisas é quem movimentam a fé. Mercado e fé se realizam nas coisas e o Papa não quer enxergar essa realidade. Puxa para a contra-mão. A larga rua de mão única contemporânea, não faz eco ao Papa. Pela mídia, o Papa não deixa saudades e ainda impediu a audiência da monótona vitória do Massa na Espanha. Um desencontro.

2 comentários:

marcus vinicius disse...

putz...estou de pleno acordo
e diria mais:
preciso saber oq o papa comeu?!
isso irá mudar em que ponto a minha vida?!
essa cobertura jornalistica do papa me dava nos nervos...
trocar Massa por Missa foi d+...
a corrida já foi "parada"..hehe...mas aposto que ver milhares recenbendo a óstia deve ter sido mais "sem movimento" ainda.
pra ter idéia da minha agonia depois disso...por volta das 4hs ia passar o jogo do Fla X PALMEIRAS..na Bandeirantes, eu já tava imaginando que se na GLOBO passou imagine na Band... já tava com medo do papa soltar um pum e ter que parar o jogo por isso...

foi isso, em meio a um papa conservador..eu tenho convicção que Massa e Edmundo foram mais adiante =)

abs

Kleber Matos disse...

Edmundo acabou com meu entretenimento dominical. Pelo menos não fez cerimônia, como o Papa e a Globo. Mas é isso, valeu Marcus.